Dinâmica da Partilha do Pão – Alimentos Saudáveis Á Vida Cristã

Dinâmica da Partilha do Pão

Dinâmica da Partilha do Pão

Dinâmica da Partilha do Pão

A nossa dinâmica da partilha do pão está baseada na parábola do fermento contada por Jesus, que diz:

“Outra parábola lhes disse: O Reino dos céus é semelhante ao fermento que uma mulher toma e introduz em três medidas de farinha, até que tudo esteja levedado” (Mt 13.33).

Antes de aplicar a dinâmica da partilha do pão, primeiro deve-se explicar para a classe sobre a parábola do fermento.

Vale lembrar que através das suas parábolas, Jesus, tentava ilustrar aos seus ouvintes como as coisas funcionavam no seu Reino.

Na parábola em questão, o propósito de Jesus era ilustrar o crescimento do seu Reino. E, portanto, utilizou a figura do fermento para ilustrar como ocorre esse crescimento.

Jesus quis mostrar o crescimento visto pelo lado de dentro, como um poder penetrante que atinge o corpo, a alma e o espírito.

Veja também: dinâmica quem é Jesus Cristo.

Veja também: dinâmica pescador de cristo.

Dinâmica da Partilha do Pão – Princípio Moral e Espiritual

Podemos extrair dois princípios para essa parábola do fermento o qual esta baseada a nossa dinâmica da partilha do pão. O primeiro princípio trata-se do princípio moral e o segundo é o princípio espiritual.

 

Princípio Moral:

Na culinária dos tempos de Jesus era muito comum a pratica de misturas e temperos nos preparo dos alimentos. A parábola é clara em apresentar uma mulher fazendo um alimento, misturando gêneros alimentícios diversos. No texto só indica dois tipos, mas é claro que outros elementos foram introduzidos na massa que a mulher começava a fazer.

Podemos entender que o homem vive alimentando sua vida com aquilo que escolhe segundo o seu valor moral, espiritual e material. Sua opção em fazer o alimento que vai atingir as dimensões do corpo, da alma e do espírito precisa ser realizada com muito cuidado, pois se o alimento for bem selecionado, vai lhe dar saúde física; tendo atitudes puras e sinceras, ele vai lhe favorecer um caráter nobre; procurando viver em comunhão com Deus e com o próximo, ele lhe proporcionará garantia de muitos dias felizes sobre a terra: “Se quiserdes, e ouvirdes, comereis do bem desta terra” (Is 1.19).

 

Princípio Espiritual:

Muitas alegorias surgiram em torno desta parábola, mas nós entendemos que a interpretação diz respeito à maneira como o evangelho penetra na mente, no corpo, atingindo seus gestos e ações, provocando a santificação exterior e interior, quando o homem passa a conhecer a Deus, tornando-se um templo perfeito para Deus habitar. Em sua direção, muitos virão para alimentar-se da Palavra de Deus, a mensagem irá saciar o coração sedento.

 

Veja também: dinâmica tesouro escondido.

Veja também: dinâmica sobre semeadura.

 

Dinâmica da Partilha do Pão – Discussão em Grupo:

– Quais as dificuldades que o homem encontra para fazer o pão de cada dia?

– Como tem sido o alimento daqueles que não conhecem a Deus?

– Quais os sinais de enfermidade espiritual que podemos diagnosticar?

– O seu alimento espiritual tem sido satisfatório para alcançar sua alma, corpo e espírito?

Faça essas perguntas após concluir a apresentação da parábola do fermento, pois assim, o grupo entenderá com mais clareza o objetivo da dinâmica da partilha do pão.

Depois de debatido esses assuntos, entraremos diretamente na dinâmica da partilha do pão.

 

Guia Prático | Veja Como Tornar A Sua Aula Mais Dinâmica

Clique Aqui E Baixe Seu Guia Agora Mesmo!

 

Dinâmica da Partilha do Pão

Essa dinâmica da partilha do pão é muito interessante e saborosa. Através dessa atividade o grupo irá desenvolver um discernimento em relação aos alimentos que sustentam a vida cristã e os alimentos que trazem prejuízos.

 

Objetivo: Verificar as diferentes percepções diante de um mesmo alimento.

Material: Pedacinhos de pão dentro de saquinhos. Cada pão deve ter um sabor e característica diferente. Um bem salgado, outro com pouco sal, um caseiro, um sem fermento, outro industrializado, um pão doce de padaria, enfim, varie bastante os tipos de pães.

Procedimento:

  • Primeiro Passo: Distribua aleatoriamente os saquinhos com os pedacinhos de pão bem fechados.
  • Segundo Passo: Solicite que cada um sugira o que imagina encontrar num momento de muita fome.
  • Terceiro Passo: Peça para que abram os saquinhos e expressem para o grupo a sua expectativa diante do alimento.

Aplicação Prática:

– Qual é a expectativa de quem faz o alimento?

-O pão é um dos alimentos mais antigo, mais simples e também um dos mais completos. Como você vê as novidades alimentícias que as grandes indústrias têm oferecido? São alimentos saudáveis?

– Qual a sua opinião sobre a mistura de produtos químicos? Está havendo um desleixo em relação à qualidade alimentar?

– Na vida moral, o que acontece quando alguém ultrapassa limites, ou melhor, passa das medidas?

– Segundo os ensinamentos de Cristo, temos que pedir “o pão nosso de cada dia”. Você tem exigido mais que o pão diário?

Espero que você tenha curtido a nossa dinâmica da partilha do pão e possa aproveitá-la bem.

Um abraço e até a próxima!

Comentários