[Gincana Evangélica] “UNIDADE” – Refletindo sobre a Unidade com Deus

Essa é uma dinâmica cristã que promove uma profunda reflexão e debate sobre a importância da comunhão e unidade que devemos ter com Deus. Portanto, aproveite essa oportunidade para aproximar seus liderados para mais perto de Deus.

Objetivo: Desenvolver o sentido de unidade e fraternidade.

Material: Um copo de água, um antiácido e bolinhas de isopor.

Procedimento:

  • Primeiro Passo: Inicie a dinâmica falando sobre a igreja como corpo de Cristo; ela é um organismo que não pode existir sem que seus membros estejam homogeneidade. Os ensinos bíblicos perpetuam e reforçam essa unidade, fixando com antecedência na alma dos irmãos as similitudes essenciais que a vida coletiva necessita. A consciência de unidade desenvolve em cada indivíduo o senso de responsabilidade, garantindo assim sua estabilidade no grupo.
  • Segundo Passo: Comece a dinâmica dividindo a turma em dois grupos e entregando um copo de água com um comprimido sonrisal para o primeiro grupo e bolinhas de isopor em um copo água para o segundo grupo.
  • Terceiro Passo: Peça que as duas equipes façam uma análise e reflitam:

1º Grupo: Comparar um recém-convertido com o comprimido de sonrisal.

– O que aconteceu quando o comprimido entrou em contato com a água?

– Na igreja, quando uma pessoa chega, perde logo a sua identidade?

– Como acontece esse processo?

– Na interação água + comprimido surgiu um novo elemento, o remédio, um elemento útil para quem estiver doente. Pergunta-se: Como você observa a transformação sofrida pela ação da Palavra de Deus na vida do homem?

– Analisando os dois elementos separadamente, observamos que ambos perderam a sua identidade primária por um projeto maior – ser remédio. Pergunta-se: É fácil renunciar? Justifique.

2º Grupo: Comparar a pessoa sem Cristo, com a mistura água +isopor.

Houve inter-relacionamento entre a água e o isopor? Por quê?

Como agem as pessoas que não tiveram um encontro com o amor de Deus?

O egoísmo e individualismo podem ser considerados como um aspecto nocivo à fraternidade?

O texto bíblico fala que os ímpios “são como a moinha que o vento espalha” (Sl 1). Você concorda? Justifique.

 

Guia Prático | Veja Como Tornar A Sua Aula Mais Dinâmica

Clique Aqui E Baixe Seu Guia Agora Mesmo!

 

 

Comentários